Publicado por: Equipa da Biblioteca | 10 Janeiro 2011

Há vida na Biblioteca…

  • A nossa Biblioteca está viva…

Depois de bastante tempo sem darmos notícias, devido a alguns problemas técnicos, é com bastante satisfação que a Equipa da BECRE informa todos os leitores de todas as escolas do Mundo, com especial incidência do nosso agrupamento, que já é possível “animar” o nosso blogue… Esperamos pela vossa participação…

  • Temos uma Biblioteca nova!

É verdade… Temos um espaço novo. Maior, mais colorido, com mais condições para podermos dinamizar momentos de leitura…
E também temos mais alunos… E tudo isto, porque os alunos do 1º CEB também são agora nossos vizinhos… E já estamos a preparar imensas actividades para eles!
Participem na vida da Biblioteca…

  • Mês Internacional das Bibliotecas Escolares

Segundo os princípios estabelecidos pela International Association of School Librarianship – IASL, o “Mês Internacional da Biblioteca Escolar permitirá aos responsáveis pelas bibliotecas escolares, em todo o mundo, escolher um dia, em outubro, que melhor se adeque à sua situação de forma a celebrar a importância das bibliotecas escolares… “. O Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares decidiu declarar o dia 22 de outubro como o Dia da biblioteca escolar, permitindo, deste modo, às escolas a preparação atempada de atividades específicas a realizar nesse dia, independentemente das ações que possam levar a efeito noutros dias do mês.
(texto retirado da página da RBE – http://www.rbe.min-edu.pt/np4/363.html)

O programa das nossas atividades

  • Festa do Livro e da Leitura
A Biblioteca Municipal de Tondela, com a colaboração dos AE (RBT) vai iniciar a Festa do Livro e da Leitura.
 
  • Semana da Leitura 2012 – 5 a 9 de Março de 2012

  • Concurso Nacional de Leitura 2012

À semelhança de anos anteriores, mais uma vez organizada pelo Plano Nacional de Leitura, realizou-se o Concurso Nacional de Leitura, que decorreu no dia 4 de janeiro de 2012, no Polivalente da Escola Básica do 2º e 3ºCiclos de Campo de Besteiros.

O Concurso decorreu das 9 às 10 horas, tendo sido bastante participado: 58 alunos do 3º ciclo: 7 º, 8º e 9º anos. A obra escolhida foi “Recados da Mãe” de Maria Teresa Maia Gonzalez.

Devido à sua disponibilidade estiveram a supervisionar a atividade, relativa à parte escrita, as docentes de Língua Portuguesa Helena Matos e Conceição Soares Figueiredo.

Foram apuradas para a oral os alunos Rita Vieira, do 7º B, Inês Pombinho, do 7º C, Joana Machado do 8º B, Leonardo Costa, do 8º C, Cristiana Escada, do 9º A, e Beatriz Vieira, do 9º B, tendo a mesma sido realizada no dia 10 de janeiro, durante a tarde, pelas docentes Helena Gonçalves e Bernardina Duarte, que se encontravam disponíveis.

Após a prova oral, foram selecionadas, para representar a escola, na fase distrital, as seguintes alunas: Rita Vieira, Joana Machado e Beatriz Vieira. Esta fase terá lugar, no dia 23 de abril, na Biblioteca Municipal de Tondela.

Esta atividade tem como principal objetivo promover a literacia dos alunos, incutindo-lhes o gosto de ler livros portugueses nas várias formas literárias.

No dia da prova distrital, os candidatos serão submetidos a um questionário escrito com respostas de escolha múltipla e a uma prova oral, os vencedores de cada distrito participarão na fase final, em Lisboa.
Para a prova distrital, os alunos do 3º ciclo deverão ler as obras “O mundo em que vivi” de Ilse Losa e “História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar” de Luís Sepúlveda.

  • Comemoração dos 25 Anos da Escola EB 2.3 de Campo de Besteiros
A nossa escola vai fazer anos! É verdade. No próximo dia 6 de Novembro vão ser realizadas as comemorações dos 25 anos da nossa escola.
Estas comemorações são o resultado da proposta de um grupo de professores e funcionários ligados à BECRE.
Convidamos todos os antigos alunos, professores e funcionários a associarem-se a esta iniciativa que será muito agradável… Podem conhecer o programa lendo o convite.
  • 16 DE OUTUBRO – DIA MUNDIAL DA ALIMENTAÇÃO…

No dia 16 de Outubro comemora-se o Dia Mundial da Alimentação. Como sabes, uma alimentação saudável é essencial para o bom crescimento e desenvolvimento do Ser Humano. Comer bem, é viver mais e melhor…

O Programa Educação para a Saúde (PES) e a BECRE da nossa escola também irão apoiar as actividades organizadas pela turma CEF de Empregados de Mesa na Segunda-feira, dia 17 pelas 15.10 horas.

Este vídeo foi realizado para ser apresentado numa sessão de educação para a saúde. Foi visto pela professora coordenadora antes da apresentação, sendo então um bom método de introdução à roda dos alimentos. Refere um alimento de cada sector, faltando referir dois grupos.
Tem uma repetição referente ao pêssego… Mas não deixa de ser muito interessante!
Não sabemos quem realizou este vídeo. Se soubéssemos teríamos pedido autorização para o utilizar…

Obrigado a quem teve o trabalho…

 
 
 
  • Concurso Nacional de Leitura 2011

Quase 150 alunos de 29 escolas do 3º Ciclo e do ensino Secundário do distrito de Viseu, professores e convidados, lotaram o auditório municipal de Moimenta da Beira, Sexta-feira, dia 8 de Abril, para participar e assistir à fase distrital do Concurso Nacional de Leitura.
Venceram a contenda, depois de realizadas provas escritas, orais, de leitura e interpretação de textos, Paula Pereira, da Escola General Serpa Pinto, de Cinfães (3º Ciclo) e Ana Rita Rodrigues, da Escola Alves Martins, de Viseu (Secundário). No 3º Ciclo, ainda, Joaquim Silva, da Escola Álvaro Coutinho, de Penedono, ficou em 2º, e Beatriz Vieira, nº 5 da turma B do 8º ano de escolaridade , da Escola EB 2,3 de Campo de Besteiros, concelho Tondela, em 3º lugar. No nível do Secundário, Maria João Costa, da Escola Frei Rosa Viterbo, do Sátão, alcançou o 2º lugar, e Ana Sofia Morais, da Escola de Tarouca, a 3º posição. Estes seis alunos representarão o distrito de Viseu na fase nacional, que decorrerá em Lisboa.

O Concurso Nacional de Leitura é uma iniciativa do Plano Nacional de Leitura (PNL) em articulação com a Direcção-Geral do Livro e das Bibliotecas, a Rede de Bibliotecas escolares (RBE) e a RTP. A organização e logística locais foram da responsabilidade da Câmara Municipal de Moimenta da Beira.

As obras seleccionadas para esta fase foram As Viagens de Gulliver, de Jonathan Swift e A Inaudita Guerra da Avenida Gago Coutinho, de Mário de Carvalho.

O presidente da edilidade, José Eduardo Ferreira, e o governador civil, Miguel Ginestal, estiveram presentes na sessão de abertura. (ver a notícia original na página web da Câmara Municipal de Moimenta da Beira)

 A Beatriz teve uma prestação muito boa durante todas as provas. Apenas revelou algum nervosismo na prova oral o que não retira nada ao brilhantismo da sua participação. Parabéns para a Beatriz e também para todos os alunos da escola que participaram…

 

  • Vai começar a nossa Semana da Leitura 

Este ano vamos desenvolver um conjunto de actividades que pretendem salientar o gosto pelo livro e o prazer de ler.

Deves participar com os teus colegas de turma… Algumas actividades serão realizadas através do blogue da Biblioteca… Aproveita para conhecer os trabalhos que os teus colegas têm realizado. Não te esqueças… Vai dando uma espreitadela… Serás sempre bem vindo…Seguidamente apresentamos o programa da Semana da Leitura.

 

  • Concurso “Sida – Laço humano” 

“ Não deixes o VIH anular os teus sonhos”

Decorreu, ao longo do 1º período, o concurso “Não caias no laço…”, promovido pelo PES, no qual participaram 12 turmas da nossa escola.

No dia 16 de Dezembro terminou o concurso, com a “construção de dois laços humanos”, que envolveram várias turmas dos dois ciclos de escolaridade.

Alguns alunos do 2º ciclo (6ºB, 6ºD, 6ºE) e os alunos do Clube da biblioteca, reuniram-se, à entrada da nossa escola, formando um grande laço, através do qual passou a mensagem de que é fundamental lutar contra este flagelo da humanidade, tendo sido lançado, simultaneamente, balões vermelhos com palavras-chave sobre a prevenção da doença.

Os alunos do 9º ano, turma A, acompanhados de alguns professores, também formaram um laço humano, mais uma vez, reforçando a ideia de que a SIDA é um mal que temos que conhecer e combater e, só com a ajuda de todos, é que conseguimos minimizar as graves consequências.

 

  • Votação nos Concursos promovido pela Biblioteca

  

A BECRE promove ao longo do ano diversos concursos. As melhores participações recebem um prémio simbólico. O teu contributo é importante para a escolha dos melhores trabalhos.

Podes votar nos trabalhos que forem mais do teu agrado… Para tal deves ter um email válido que irás usar para votar. Depois envia a tua escolha para o seguinte email: mailto:becre@anossaescola.net

Caso tenhas dificuldades em criar o teu email, dirige-te à Biblioteca… Podemos ajudar-te!

 

 

  •  Postos de Leitura…

Foram criados postos de leitura na Escola Básica 2,3 de Campo de Besteiros, destinados a facultar material de leitura, não apenas aos alunos (no pavilhão polivalente…), mas também a Pais e Encarregados de Educação que se desloquem à Escola. Quem nos visita pode ter acesso a esses materiais de leitura, compostos essencialmente por jornais e revistas várias. Foi também colocada uma caixa de sugestões para ajudar a melhorar a oferta. 

Está também previsto a criação de um posto de leitura na sala de Professores, embora a funcionar em moldes diferentes, à semelhança do que ocorreu no ano anterior. 



 

  • À conversa com…

(Alunos do 8.º Ano, turma A – Entrevista)

Na disciplina de Língua Portuguesa, no estudo da Unidade “Texto Jornalístico“ foi lançado o desafio aos alunos, pela Professora Bernardina Duarte, de realizarem entrevistas. Então começaram por entrevistar o Coordenador da Biblioteca, pessoa dinâmica e comunicativa que vão dar a conhecer.

Chama-se Luís Jorge Café, nasceu na aldeia de Valverde, freguesia de Nossa Senhora da Tourega, Évora. Reside, actualmente, em Tondela. É licenciado em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, casado com 2 filhos – o Daniel, 26 anos, Engenheiro Geológico e a Catarina, 25 anos, licenciada em Ciências do Meio Aquático e investigadora no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar – Universidade do Porto.

Desde 1982 que é professor e, no início correu o país, de norte a sul, com algumas passagens pelos Açores, local que lhe ficou no coração e que considera excelente para viver…

O que o levou a assumir o cargo de coordenador da biblioteca?

Desde muito cedo ligado às tecnologias de informação e comunicação, que sempre considerei uma mais-valia quando aplicadas ao ensino, integrei desde o início a equipa do Projecto Minerva – projecto inovador que tentou, pela primeira vez e de forma organizada, integrar as TIC nos currículos escolares -, na EB 2,3 de Tondela tendo coordenado o mesmo projecto na Escola Superior de Educação de Viseu, durante três anos.

Foi, neste âmbito, que me especializei em Comunicação Educacional e Gestão da Informação e mais tarde em Organização e Desenvolvimento Curricular, tendo sempre, como perspectiva de desenvolvimento das aprendizagens, a utilização de recursos educativos integrados nas escolas. E como recursos educativos, entendo tudo o que permita desenvolver competências cognitivas nos alunos, mediante o acesso à informação, até esta se transformar em conhecimento, recorrendo a diversos meios e formatos: livros, jornais, revistas, cd’s interactivos, televisão, Internet…. É um processo complicado, mas que permite atingir resultados muito bons.

Tendo tido um percurso sempre ligado à utilização pedagógica das tecnologias, é fácil compreender as razões que me levaram a desempenhar este cargo. Nunca considerei que uma biblioteca devesse ser um depósito de livros. E muito menos uma biblioteca escolar. Não é por acaso que a biblioteca da nossa escola é muito mais do que isso… É um centro de recursos educativos, designada por BECRE.

Já há dois anos no desempenho deste cargo, como tem encarado esta experiência?

Tem sido uma experiência muito interessante. No entanto devo referir que não é um trabalho de uma pessoa só, mas antes de uma equipa, constituída por professores, assistentes administrativos e alunos… É reconfortante poder ser útil e desempenhar uma função que cada vez mais é reconhecida como uma mais-valia. Não é no entanto um trabalho isolado, mas sim desenvolvido em estreita colaboração com os diferentes departamentos e direcção do agrupamento.

Como é o dia-a-dia de um professor bibliotecário?

Ao Professor Bibliotecário são atribuídas tarefas diversificadas. No entanto podemos dividi-las em dois grandes grupos: organização e animação. A primeira incide principalmente em questões de ordem administrativa e burocrática: catalogação de novos livros, organização da sua apresentação nas estantes, elaboração dos documentos orientadores do funcionamento do espaço da BECRE, horário de funcionamento da equipa, regras de funcionamento, entre outros aspectos. Devo no entanto realçar que este é um trabalho de coordenação. A componente prática está geralmente a cargo da Dª Eugénia e Dª Paula, cujo desempenho se considera de elevada qualidade e total disponibilidade.

Por outro lado, há a componente de animação da BECRE. Esta é, sem dúvida, a mais aliciante e consta na organização de todas as actividades que quase semanalmente se desenvolvem na Biblioteca: concursos, promoção da leitura, sessões de teatro, fantoches, declamação de poemas, vinda de escritores/contadores de histórias, articulação com o 1º ciclo e ensino pré-escolar, entre muitas outras…

Para além destes aspectos há também a articulação com a Rede de Bibliotecas de Tondela (RBT) responsável por muitas das actividades que se desenvolvem no nosso agrupamento. Para que tudo funcione como deve ser devemos participar em reuniões periódicas, que envolvem todos os Professores Bibliotecários do concelho.
Todos estes aspectos devem ser entendidos de forma complementar e articulados, funcionando em rede.

Considera que tem havido por parte dos alunos interesse, participação e empenho nas actividades dinamizadas pela BECRE?

É sem dúvida um dos aspectos que mais agradam no desempenho da função do Professor Bibliotecário – o crescente número de alunos que frequenta diariamente a biblioteca. É muito interessante saber que os alunos da nossa escola frequentam em número crescente a Biblioteca. A maior parte refere que gosta muito de a frequentar. Muitos dizem que é o espaço de que mais gostam… É óptimo saber isso!

É certo que muitos ainda a não frequentam pelo gosto da leitura ou pelo prazer do livro. Mas como disse anteriormente, há um grande número de recursos à sua disposição. E esses são usados.
Estou convencido que o aumento de leitores regulares irá aumentar…

Temos ouvido na comunicação social, que o Ministério da Educação tem dado grande importância à leitura com o Plano Nacional de Leitura. Como encara essa medida? Essas medidas já tiveram alguma repercussão na nossa biblioteca?

O Plano Nacional de Leitura é uma iniciativa do ME de excelente qualidade. É único na Europa, se atendermos aos diferentes aspectos que o constituem. Não se limita a atribuir verbas às escolas para que estas possam gastar em livros. O PNL promove actividades de elevada qualidade e permite que todos os alunos participem, reconhecendo a qualidade da participação, mediante atribuição de prémios. Dá a conhecer um vasto conjunto de recursos, muitos deles digitais, disponibilizando-o às escolas. Promove também formação para professores e funcionários no sentido de aumentar a qualidade do seu desempenho. Estou certo que sem este plano nacional, o panorama, no que respeita ao desenvolvimento das literacias, sofreria um sério revés.

Como coordenador da biblioteca, como dá resposta às inúmeras actividades? Existe alguma a equipa a colaborar consigo?

É o principal factor de sucesso do trabalho na BECRE – a equipa da Biblioteca. Tudo é feito na lógica da equipa. Desde a idealização das actividades até à sua realização e consequente avaliação, pressupõe sempre o trabalho em equipa, apesar da elevada autonomia de todos os elementos.

Como referi anteriormente a equipa é constituída por professores (Lurdes Costa, Ana Paula Alves, Carlota Melo, Fátima Café, Vítor Pereira e Margarida Morais, Albertino Novo) e assistentes administrativos (Dª Eugénia Oliveira e Paula Lunet) tendo o apoio de alguns alunos (Clube da Biblioteca).

Que palavras/ conselhos gostaria de deixar aos jovens.

Sabemos que os dias que correm não são alegres. Todos os dias somos bombardeados por notícias que transmitem sensações negativas… As causas nem sempre são compreendidas pelos jovens, mas batem sempre no mesmo ponto: dinheiro.
Se as gerações futuras conseguirem fazer prevalecer o princípio dos valores universais – respeito, justiça, honestidade, fraternidade, liberdade – em detrimento da valorização material, conseguida a qualquer custo, então haverá decerto um Mundo melhor para se poder viver… Se nós, professores e agentes da educação, contribuirmos para tal, teremos justificada a nossa função.

Entrevista elaborada por alunos do  8º A:

Ana Lemos, nº 1
Francisca Pereira nº 6
João Almeida, nº 8
Marina Figueiredo nº 14
Raquel Inácio nº 17

 

  • Concurso de laços – Luta Contra a Sida…

A Coordenação do Programa Educação para a Saúde (PES) apresentou, na Biblioteca, uma exposição de laços construídos pelas turmas, no âmbito do programa de Luta Contra a Sida. Paralelamente distribuiram desdobráveis que alertavam para os cuidados a ter, de forma a evitar a infecção, bem como de dados referentes à doença. As turmas revelaram, mais uma vez, muito empenho no trabalho, como demonstram as imagens seguintes… Também podem seguir os links, se pretenderem obter mais informação sobre a SIDA:

 

  • Apresentação do livro Sublimes e Únicos, pela poetisa Filipa Duarte

A poetisa Filipa Duarte vai apresentar, no dia 10 de Dezembro de 2010, na Biblioteca Tomás Ribeiro – Tondela – o seu mais recente livro, intitulado Sublimes e Únicos.

A apresentação do livro tem o apoio da Câmara Municipal de Tondela.

 

 

 

A equipa da BECRE vai associar-se a esta actividade e irá apresentar, através de alguns elementos do Clube da Biblioteca, alguns poemas de Filipa Duarte.

 Alguns “rabiscos” sobre Filipa Duarte, cujo texto foi retirado do blog da Biblioteca da ES de Tondela e que pode ser acedido na ligação seguinte:

http://a-vida-secreta-das-palavras.blogspot.com/2010/02/filipa-duarte.html

FILIPA DUARTE é o “nome poético” de Maria de Lurdes Marques de Loureiro Silva.

É natural do Concelho de Tondela, onde reside desde 1975.

Engenheira Agrónoma de profissão, tem ainda o Mestrado em Agricultura, Ambiente eMercados. Desempenhou funções no Instituto de Investigação Agronómico de Angola e na Estação Agrária de Viseu (área da Protecção das Culturas – Herbologia) ao longo de 39 anos. Escreve poesia desde os 16 anos, mas só em 1976 publica pela primeira vez poemas seus. Pertence à Associação Portuguesa de Poetas desde 1988.

PROGRAMAS DE RÁDIO:· “Momento de Poesia com Filipa Duarte” (1993 a 2010) na Emissora das Beiras, divulgando a sua poesia, a dos nossos Poetas e dos Poetas dos Países de Língua Portuguesa; participa quase todos os sábados no Programa Improviso na Rádio Centro FM.

Tem realizado ao longo destes 30 anos, sessões de Poesia homenageando Poetas, comemorando o Dia Mundial da Árvore, Dia Mundial do Livro, Dia Internacional dos Museus, Dia da Mãe, Dia Mundial da Poesia, Dia Internacional da Tolerância, Dia dos Namorados, em: ESCOLAS e INSTITUTOS POLITÉCNICOS, em TEATROS MUNICIPAIS, em CLUBES, Casa do Povo de Tondela, SOCIEDADES FILARMÓNICAS, ASSOCIAÇÕES CULTURAIS, GRUPOS DE AMIGOS (Museu de Grão Vasco, Parada de Gonta), LARES DA 3º IDADE e OUTROS (Felgueiras, Termas de S. Pedro do Sul), ANGE e FNAC – Porto, em Câmaras Municipais, Bibliotecas e museus.

LIVROS PUBLICADOS:

Quem tem filhos… (1988), Sons e Ecos (1991), Sol e Sombras (1999), Sonhos e Paixões (2000), Sereias e fados (2001), Silêncios e ventos (2002), Selecção e apresentação de Poemas de Hoje – Poetas da Beira (1º, 2º e 3º volumes) (2002, 2003, 2004), Ser e Estar (2004), Sorrisos e Lágrimas (2007), Sussurros e Clamores (2008).

___________________________________________________________________


 

Faz hoje, dia 30 de Novembro, 75 anos que faleceu o poeta Fernando Pessoa.


   


BIOGRAFIA:

Fernando António Nogueira Pessoa (1888-1935) nasceu em Lisboa, partindo, após o falecimento do pai e o segundo casamento da mãe, para África do Sul. Frequentou várias escolas, recebendo uma educação inglesa. Regressa a Portugal em 1905 fixando-se em Lisboa, onde inicia uma intensa actividade literária. Simpatizante da Renascença Portuguesa, corta com ela e em 1915, com Mário de Sá-Carneiro, Almada Negreiros e outros, esforça-se por renovar a literatura portuguesa através da criação da revista Orpheu, veículo de novas ideias e novas estéticas. Devido à sua capacidade de «outrar-se», cria vários heterónimos (Alberto Caeiro, Álvaro de Campos, Ricardo Reis, Bernardo Soares, etc.), assinando as suas obras de acordo com a personalidade de cada heterónimo. Colabora em várias revistas, publica em livro os seus poemas escritos em inglês e, em 1934, ganha o concurso literário promovido pelo Secretariado de Propaganda Nacional, categoria B, com a obra Mensagem, que publica no mesmo ano. Faleceu prematuramente em 1935, deixando grande parte da sua obra ainda inédita. É considerado um dos maiores poetas portugueses. Está disponível em CD-ROM a Vida e Obra de Fernando Pessoa publicada pela Porto Editora e que contém, além das obras do poeta, numerosos textos de especialistas pessoanos, uma grande quantidade de imagens, música, vídeos e um jogo interactivo. Poderá adquirir o CD em qualquer livraria portuguesa ou então encomendando directamente à Porto Editora.

Outras páginas sobre Fernando Pessoa:

Biografia, retirada do site Projecto Vercial, ligado à Universidade do Minho e ao Instituto Camões.

Pequeno vídeo retirado do Youtube da autoria da Azeituna – Tuna de Ciências da Universidade do Minho.

____________________________________________________________________________________

Palavras a Caminho

Iniciou-se no mês de Novembro a actividade de leitura expressiva «Palavras a Caminho», coordenada pela professora Teresa Lourenço, com a colaboração dos docentes de Língua Portuguesa do 2º ciclo e da BECRE.

Uma vez mais, os alunos da nossa escola têm percorrido várias turmas para ler aos colegas obras e/ou extractos das mesmas. Pretende-se, desta forma, promover e criar hábitos de leitura nesta faixa etária.

Congratulo-me que, aos poucos, as nossas crianças sintam crescer dentro de si o «bichinho» da leitura e que, no futuro, se tornem reais leitores.

      A docente:

Teresa Lourenço 

Sobre o mesmo assunto, “Palavras a caminho…”, a equipa da BECRE tem estado a digitalizar as capas dos livros escolhidos pelos alunos do 6º ano, turma E, para divulgar pela Escola as leituras preferidas destes alunos. Estão também a ser criadas frases alusivas à leitura, que irão acompanhar as capas.

A equipa da BECRE

______________________________________________________________________________________________

  • Hoje, dia 22 de Novembro, vai começar a nossa Feira do Livro. 

A Feira do Livro é organizada pelo Departamento de Línguas e estará patente, na Biblioteca do Agrupamento, entre o dia 22 e 26 de Novembro. No dia 24 estará aberta durante o período da noite, até às 22.30 horas.

Visitem-nos…

 

Acróstico da Biblioteca…

 

logo2

BECRE um espaço que te quer conquistar.

Interessantes actividades te irá apresentar.

Bons livros e diferentes materiais aqui podes conhecer

Ler, ler e ler… é o que deves fazer.

Imaginação e criatividade irás desenvolver.

Os livros têm muito para te ensinar.

Tenta que sejam teus amigos a valer.

Experimenta e descobre o quanto te podem ajudar.

Contigo muitas aventuras quer partilhar.

A BECRE quer contigo contar!!!

A equipa da BECRE

Publicado por: Equipa da Biblioteca | 25 Novembro 2010

Pontes na Biblioteca?

Pontes na Biblioteca? Porquê?

A Biblioteca tem o prazer de expor os trabalhos dos alunos do 9º ano de escolaridade, construídos no âmbito das aulas de Físico-Química. São trabalhos de excelente qualidade, que comprovam a necessidade de reforçar/aprofundar a relação entre a teoria e a prática… Pontes destas nunca irão cair! Porque são sólidas!
Também nós, equipa da BECRE, pretendemos contribuir para solidificar, nestes alunos, o gosto pela leitura. Para tal, propomos um desafio. Escolham um livro, leiam-no, descrevam o seu conteúdo e se aconselham a sua leitura. Depois iremos publicar a vossa opinião… Aceitam o desafio? 


CONSTRUÇÃO DE PONTES DE DIVERSOS MATERIAIS

É um projecto realizado pelos alunos do nono ano, turmas A, B e C, no âmbito do conteúdo programático EM TRÂNSITO – “Estruturas Resistentes”, da disciplina de Ciências Físico-Químicas.
-Sabiam que uma ponte pode ser construída com diversos materiais e suportar grandes cargas, mesmo utilizando materiais aparentemente frágeis?
Foi esse o desafio proposto aos alunos do nono ano, na disciplina de Ciências Físico-Químicas e que resultou na construção das pontes que vos apresentamos… Este projecto serviu para aplicar os conhecimentos adquiridos e levar os alunos a construir materiais dinâmicos e “puxar” pela criatividade, originalidade, espírito de equipa e partilha de saberes… Achamos que estão todos de parabéns e apresentamos os seus trabalhos…

Os alunos das turmas A, B e C do nono ano e a professora de Ciências Físico Químicas (Paula Arnaud Dias)




















Já agora, observem estas pontes, reais, espalhadas um pouco por todo o Mundo…

Publicado por: Equipa da Biblioteca | 24 Novembro 2010

Vamos ao Teatro…

VAMOS AO TEATRO…

Começou como um desafio, mas, mal demos conta, aí estávamos nós, com muita alegria e vontade, a representar uma peça de teatro para alunos de outras turmas e professores. Até os meninos da Pré vieram assistir à nossa dramatização!
A obra escolhida foi “O Novo Computador da Bruxa Mimi”, tão a propósito do dia da estreia: Halloween…
A nossa Directora de Turma sugeriu esta obra e escolhemos os actores: a Liliana fez de “bruxa Mimi”, o Márcio de “gato Rogério”, o José foi o carteiro e o transportador da varinha mágica, o João o motorista do camião do lixo e a nossa brasileira Jéssica apresentou a peça; o papel de narrador e ensaiador ficou a cargo da Directora de Turma, com a ajuda do José, que ía dando ideias.
Já esquecíamos de referir que os professores Nelson e Vitor, de EVT, ajudaram-nos muito, porque fizeram alguns adereços, como: o chapéu da bruxa, a máscara do gato, a nova varinha mágica e o camião http://www.varinhas.r.us.com; os outros foram arranjados pela Directora de Turma.
Representámos já duas vezes esta peça na Biblioteca, com um cenário pintado por nós, no ano passado, e adorámos. Foi muito divertido e achamos que não estivemos nada mal e esperamos ser convidados novamente…

Os alunos do 6ºE


Publicado por: Equipa da Biblioteca | 22 Novembro 2010

Top Livros

Até hoje, dia 18 de Novembro de 2010, início da Feira do Livro, já foram efectuadas pelos nossos alunos, centenas de requisições domiciliárias. Os livros mais requisitados foram os seguintes:

Poemas da Mentira e da Verdade

Luís Ducla Soares

A Lua de Joana

Maria Teresa Maia Gonzalez

A cerejeira da Lua e outras histórias chinesas

António Torrado

A Bruxa Mimi no Inverno

Valerie Thomas

Ulisses

Maria Alberta Menéres

A Menina do Mar

Sophia de Mello Breyner Endresen

 

Cavaleiro da Dinamarca – Ficha de leitura

Sophia de Mello Breyner Andresen

 

 

 

 

Publicado por: Equipa da Biblioteca | 22 Novembro 2010

Mundo Mágico de Andersen…

No dia 18 de Novembro de 2010 todos os alunos do 4º ano do Agrupamento foram assistir a um espectáculo, na Biblioteca Municipal, que tinha como título, “O Mundo mágico de Andersen”. As obras abordadas foram: O Rouxinol e a Pequena Sereia.
Esta actividade foi promovida pela equipa da BECRE do Agrupamento em articulação com a Biblioteca Municipal de Tondela.
Deve ser realçado o papel fundamental da BMT e da Câmara Municipal de Tondela na promoção deste tipo de actividades.

Da visita fica o texto criado pelos alunos do 4º ano da EB1 de Vilar de Besteiros.

No dia 18 de Novembro, fomos visitar a Biblioteca Tomás Ribeiro em Tondela. Foram todos os alunos do 4º ano do agrupamento do Campo de Besteiros.

Na biblioteca assistimos ao espectáculo “O mundo mágico de Andersen” que incluía dois contos daquele escritor: “O rouxinol” e “A pequena sereia”, apresentado por um simpático actor argentino da companhia de teatro panda pá. Os finais dos contos eram um pouco tristes.

No fim da peça de teatro, fomos ver uma vitrina com livros do autor Hans Christian Andersen.

De seguida, no hall de entrada da biblioteca, vimos uma exposição de pintura sobre o centenário da República.

Visitámos ainda, a sala de leitura para crianças e para adultos.

A nossa turma gostou muito desta visita porque, além de nos divertirmos, também ficámos a conhecer mais contos de Andersen.

Alunos do 4º ano da EB1 de Vilar de Besteiros

Publicado por: Equipa da Biblioteca | 16 Novembro 2010

O 5º B e a Biblioteca

A turma B do 5º ano, com o apoio da Directora de Turma – Professora Carlota Melo – resolveu dar um precioso contributo para as actividades a desenvolver na Biblioteca… Se pensaram bem, melhor o fizeram! Deitaram mãos à obra e prepararam uns textos muito bonitos sobre a sua ainda curta vida na escola…
Ora leiam!

  • O Primeiro dia de aulas

 No dia treze de Setembro de dois mil e dez, iniciámos um novo ano lectivo. No dia anterior estávamos todos muito ansiosos e um pouco nervosos, porque íamos conhecer uma nova escola, muito maior do que as nossas escolas primárias.

Nesse dia, às nove horas, dirigimo-nos ao polivalente com os nossos pais para ouvir o Director da escola, que nos deu alguns conselhos úteis para esta nova fase da nossa vida e entregou prémios aos melhore alunos dos 5º e 6º anos do ano lectivo anterior. Isso fez-nos sentir vontade de estudar bastante para, no próximo ano, merecermos também aquele prémio.

A seguir, fomos para uma sala de aula para conhecer a nossa Directora de Turma e receber algumas informações acerca do funcionamento da escola e o nosso horário escolar.

Por fim, fomos conhecer algumas partes da escola. Uma delas foi a Biblioteca, onde o professor responsável e a nossa Directora de turma ofereceram a cada aluno um livro do projecto Aler+ e o cartão de leitor. Ficámos com ideia de que este espaço é bastante acolhedor.

No final da manhã, na hora de regressar a casa, já sentíamos a nova escola como a nossa escola.

Texto colectivo do 5º B

  • Partilhando Leituras

No primeiro dia de aulas, todos os alunos do 5º ano tiveram a sorte de receber um livro como presente de boas vindas à nova escola e incentivo para lerem mais.

Na aula de Comunicar em Português, a professora Carlota Melo propôs que cada um lesse o seu livro e o apresentasse à turma, como forma de o partilhar com os colegas e, quem sabe, motivá-los para a sua leitura. Partilhamos, a seguir, algumas das nossas leituras.


“Mimi de Patins”
é o título do livro que recebi no primeiro dia de aulas. Os seus autores são Laura Owen e Korki Paul. Este livro conta a história de uma bruxa desastrada que está sempre a pôr o seu gato em sarilhos. É um livro muito divertido porque está cheio de situações cómicas. Quem gosta deste tipo de histórias não pode perder a leitura deste livro.

 

 

 

 
André Correia, nº4, 5ºB 

 O livro que recebi no primeiro dia de aulas tem o título “A história da menina Tuxa e da Bruxa Trapalhona”. A autora é Maria Teresa Sena de Vasconcelos.

O livro conta a história de uma menina chamada Tuxa que está sempre a perder coisas. Então, os pais estão sempre a zangar-se com ela. Para se desculpar, a Tuxa diz que é a Bruxa Trapalhona, mas ninguém acredita que essa bruxa existe. Um dia, a Tuxa ouve uma risada estranha e quando foi ver que era … será que era a Bruxa Trapalhona? Será que ela existia mesmo e estava sempre a arranjar problemas à Tuxa?
Se querem descobrir mais, têm que ler o livro. Vão ver que vale a pena.

 Matilde Coimbra, nº 18, 5ºB
 

O livro que me ofereceram no primeiro doa de aulas é “Fica em forma”. A sua autora é Helen Greathead e os ilustradores são Rupert Von Wyk e Lyn Gray.

O tema deste livro é o desporto e a sua importância para sermos saudáveis. Tem vários capítulos com informações e conselhos muito interessantes.

Recomendo a leitura deste livro às pessoas que gostam de desporto e de fazer exercício físico e também a quem tem problemas de obesidade, pois este livro tem ideias que nos podem ajudar a ficar em forma.

 

 

 
José Gama, nº 12, 5º B

O livro que me ofereceram no primeiro dia de aulas foi “A raposa azul”. As autoras são Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada e a ilustração é de Ana Afonso.

Este livro tem oito histórias tradicionais com mensagens interessantes, mas aquela de que eu mais gostei foi “A raposa azul”. Esta história fala de uma raposa muito bonita e saudável e que tinha uma rica vida. Andava sempre a roubar comida no galinheiro da quinta mais próxima, mas nunca estava satisfeita. Uma noite, enquanto pilhava galinhas, viu um tanque cheio de tinta azul e pensou que se se pintasse de azul se podia transformar num ser exótico. Então podia ir para uma terra distante e resolver todos os seus problemas. Assim o pensou, assim o fez. Mergulhou o seu corpo na tinta, saiu do tanque e começou a caminhar.

Se querem saber como é que acaba esta história, leiam o livro. É muito engraçado. Acho que vão gostar.

 Francisco Mateus, nº11, 5ºB

  • Os Livros oferecidos inserem-se no projecto  Ler+ para Vencer.
  • Ler+ para Vencer
  • O projecto Ler+ para vencer consiste na oferta de um livro a cada aluno que ingressa no 1º ano e no 5º ano de escolaridade. O Ministério da Educação e o Plano Nacional de Leitura (PNL) assinalam o início do ano lectivo de 2010/11 com a oferta de um livro, associando o gosto pela leitura à entrada no novo ciclo de escolaridade.
Publicado por: Equipa da Biblioteca | 15 Novembro 2010

O Jardim vai à Biblioteca…

A equipa da BECRE está a promover actividades para as crianças dos jardins-de-infância do agrupamento. São actividades simples que constam na leitura de pequenas histórias e de dramatizações adaptadas de livros do Plano Nacional de Leitura (PNL).

Pretende-se que as actividades sejam o mais interactivas possível, recorrendo à cor e imagem, permitindo que as crianças intervenham na história, sempre que pretendam.

Por vezes também são apresentados filmes de animação…

Esperamos que as histórias sejam sempre do agrado das crianças…

_______________________________________________________________________

As crianças, quando chegaram ao jardim, pediram às professoras para deixarem desenhar alguns personagens que conheceram… O Alexandre do Mosteiro de Fráguas desenhou o Gato Marau… Ficou muito bonito.
Vejam também a qualidade de outro trabalho! Mais um bonito Gato Marau… Este gato merece, não haja dúvida…

Publicado por: Equipa da Biblioteca | 15 Novembro 2010

Os Professores contam uma história…

Afinal parece que os adultos também gostam de contar história… Foi o que aconteceu na nossa escola. No passado mês de Outubro, numa quarta-feira de sol (se bem me lembro…), a equipa da BECRE esperava ansiosamente pela chegada das crianças do ensino pré-escolar. A razão prendia-se com uma história que lhes iria ser contada. Estava tudo a postos…

No entanto, passados alguns minutos de espera, fomos informados que as crianças não poderiam aparecer. O motivo? Parece que tinham sido os transportes…

– É pena, disse a professora Paula, que nesse dia, lhe tinha “calhado” em sorte o conto do dia…

– Fica para a semana! Assim, podemos ensaiar melhor… referiu.

O professor Vitor, que estava mais do que preparado para assistir ao espectáculo, pensou, pensou, pensou e, passado algum tempo disse:

– Qual quê! Contamos nós a história! Para quem? Para nós, homessa1… E digo mais, pegamos naqueles instrumentos que ali estão e vamos cantar… a história, claro! E se não sabemos, inventamos!

(…) E assim foi… Ora vejam.

 

 







1 – Antiga interjeição originada da junção de ‘homem + essa’ (no sentido de quem diz “homem! essa agora…”). Tem o mesmo sentido de ‘ora essa!’, indicando que a pessoa está espantada ou intrigada com algo de que teve notícia. Também é grafada da forma “hom’essa”.

 

Publicado por: Equipa da Biblioteca | 14 Novembro 2010

Nobel da Literatura

O escritor peruano Mario Vargas Llosa é o Prémio Nobel da Literatura de 2010, foi anunciado no dia 7 de Outubro de 2010, em Estocolmo, pela Academia Sueca.

“Muito comovido e entusiasmado.” Assim se sentiu Vargas Llosa ao saber que era seu o Nobel da Literatura deste ano. Foram as primeiras declarações do escritor, feitas à agência de notícias peruana Andina e citadas pela Lusa.

Vargas Llosa está em Manhattan, onde se encontra durante o período em que está a leccionar na Universidade de Princeton, soube o PÚBLICO na Feira do Livro de Frankfurt. “Todos os anos ele sonhava com isto e sempre lhe dissémos que era este o ano”, comentava a directora de marketing da Alfaguara (do grupo Santillana), Angeles Aguilera, ao PÚBLICO.

O peruano, de 74 anos, foi distinguido “pela sua cartografia das estruturas de poder e pelas suas imagens mordazes da resistência, revolta e derrota dos indivíduos”, justifica a Academia em comunicado divulgado poucos minutos após o anúncio do Nobel.

As Publicações Dom Quixote, editora da maior parte da obra do escritor em Portugal, congratularam-se pela distinção em comunicado. “Depois de vários anos em que o seu nome foi sucessivamente apontado como vencedor do Nobel”, lê-se, “a Academia Sueca decidiu, finalmente, premiar a obra de Vargas Llosa, conhecida e admirada em todo o mundo.”

Francisco José Viegas, director editorial da Quetzal, que publicará em 2011 o mais recente romance do escritor, considerou a escolha “absolutamente inesperada”, isto, “tendo em conta a tradição dos últimos anos, pelo menos, ou das últimas décadas, do Nobel”. Em declarações à Lusa desde Frankfurt, onde acompanha a feira do livro da cidade alemã, Francisco José Viegas definiu Mario Vargas Llosa como um autor que “estuda o poder, estuda as formas de poder, as formas de exercício do poder e também estuda um pouco aquilo que é a memória revolucionária da América Latina”.

Notícia retirado do Jornal Público – Imagem da Reuters

 

Publicado por: Equipa da Biblioteca | 11 Novembro 2010

Dia Europeu das Línguas

Dia Europeu das Línguas

A Biblioteca comemorou, no dia 26 de Setembro, o Dia Europeu das Línguas. Este dia é comemorado desde 2001 por iniciativa do Conselho da Europa, com o objectivo de comemorar e incentivar a diversidade linguística.
A BECRE aproveitou a ocasião e promoveu actividades articuladas com o Departamento de Línguas.

Por ser Domingo no dia 26, as comemorações iniciaram-se no dia 27, não apenas durante um dia, mas sim durante toda a semana. Estiveram envolvidas turmas de todos os anos de escolaridade, bem como turmas CEF.

Na Biblioteca estiveram patentes exposições de livros (em Francês e Inglês),  mapas, jogos didácticos e  material áudio. Os alunos puderam utilizar todos os recursos disponíveis. Foram também apresentados diversos documentários vídeo em Francês e Inglês.

Os professores de línguas receberam um convite para se deslocarem à Biblioteca e alguns trocaram a sala de aula pela BECRE. Foi igualmente distribuído um folheto sobre a importância do uso das línguas neste Mundo globalizado.

Curioso foi o desafio lançado aos alunos, na  segunda-feira (27 de Setembro), pedindo-lhes para falarem na Biblioteca apenas Francês e Inglês. Embora sentindo algumas dificuldades, conseguiram, com o apoio dos professores, ultrapassar algumas dificuldades de comunicação.

Alguns professores aproveitaram para desenvolver a aula na Biblioteca, utilizando os recursos disponíveis.

Publicado por: Equipa da Biblioteca | 11 Novembro 2010

Visita dos Pais à Biblioteca

  • Visita dos Pais/Encarregados de Educação à Becre.

No início do ano lectivo a nossa Biblioteca recebeu a visita dos Pais. Foi uma visita curta mas que muito nos alegrou. Acompanharam os filhos, do 5º ano de escolaridade, neste novo percurso de vida. Os alunos percorreram o espaço de forma tímida mas notava-se nos olhos um brilho próprio de quem espera muito desta nova realidade.

Categorias